Desintoxicar, pela sua SAÚDE !

Desintoxicar o organismo envolve um conjunto de técnicas: alimentares, hídricas e
comportamentais para reequilibrar o funcionamento do organismo, ao nível: metabólico,
hormonal e hídrico.

O “meio ambiente” pode, na minha opinião, ser o maior agente “intoxicante”, capaz
de trazer para o nosso organismo, metais pesados, toxinas, radicais livres, impurezas,
gorduras saturadas, trans e hidrogenadas, entre outros fatores, que prejudicam o nosso
organismo comprometendo a nossa saúde. Entenda-se por meio ambiente, toda a
envolvência a que o sujeito está exposto: tabaco, poluição, stress, má alimentação – açúcar e
gordura, má qualidade da agua, toxicidade dos agrotóxicos dos alimentos, etc.

Cada vez mais o conceito de desintoxicação do organismo é falado, discutido e
praticado. Na maioria das vezes, a sua aplicação e realização é melhor aceite quando a doença
já existe. Parece contraditório…mas os indivíduos estão mais aptos para aceitar que precisam
realizar uma desintoxicação quando já existe doença ou se sentem doentes (cansaço fácil,
baixa produtividade, irritabilidade, sonolência, enxaqueca, entre outros sinais/sintomas).

Desintoxicar é necessário para garantir mais e melhor saúde, para corrigirmos os
nossos meios orgânicos, para nos sentirmos ativos, para garantir vitalidade e energia.
Desintoxicar e necessário antes de existir a doença! Desintoxicar o organismo e
desintoxicar-se, pode tratar-se de uma ferramenta de promoção de saúde.

Embora o organismo humano por si só consiga realizar processos de desintoxicação,
neutralização e excreção, as dietas de desintoxicação são fundamentais para mais facilmente
se desintoxicar/regularizar o organismo. Basta pensarmos que no dia-a-dia a exposição a
agentes intoxicantes, oxidantes e de difícil metabolização é bastante elevada e, o organismo
pode não conseguir a 100% eliminar as respetivas toxinas, inerentes as funções biológicas. É
importante também destacar a importância da correta função dos órgãos de excreção, como o
fígado, os rins, os pulmões, a pele e os intestinos, que drasticamente são castigados todos os
dias.

A desintoxicação do organismo tem como principal função a purificação do mesmo,
mas ainda assim, podemos combinar alimentos que facilitem e melhorem algumas condições
fisiológicas, como por exemplo a drenagem, o controlo do peso, a função intestinal, a
enxaqueca, entre outros.

Contudo, o paciente/ doente deve ter consciência, que apos uma desintoxicação os “velhos” e
“maus” comportamentos alimentares devem dar lugar a um estilo de vida mais saudável,
desintoxicante, purificante e revitalizante.

Desintoxicar não é uma “técnica” recente!

Desintoxicar não é uma técnica recente ou nova! A desintoxicação já e utilizada há
milénios! Acredito que na altura com estratégias mais simples e arcaicas…recordemos, as
estratégias de desintoxicação para doentes diabéticos, que nos achados científicos, mostram
períodos de jejum alimentar para controlo das glicemias; ou por exemplo, os longos períodos
de jejum de alimentos de origem animal, onde a ingesta alimentar se resumia a vegetais e
frutos (César e Cleópatra) e, ainda os períodos de jejum religioso (Ramadão).

Atualmente com a vasta riqueza e diversidade alimentar, os planos de desintoxicação
assumem outras formas, mais fáceis, mais coloridos, com super alimentos, sementes e outros,
mais entusiasmantes e melhor aceites por quem os pretende/deve realizar.

Venha conhecer a melhor forma de desintoxicar o seu organismo. Planeie connosco o
melhor plano alimentar. Corrija o seu peso, se for o caso, ganhe saúde. Previna-se das doenças
próprias desta altura do Ano. Recupere energia e bem-estar!

Clínicas EM FORMA, sempre ao seu lado e a pensar em si, no seu bem-estar e maior
qualidade de vida!

Ana Filipa Baião
Nutricionista Clínicas EM FORMA

2019-10-23T11:23:09+00:00