Rosácea

 

Rosácea é uma doença de pele frequente, ocorrendo maioritariamente no sexo feminino entre os 30 e os 50 anos de idade.

A sua localização mais comum são as áreas centrais da face, mas pode também envolver progressivamente a fronte, queixo, nariz e olhos. Nestes últimos, a queixas mais comum são a sensação de ardor.

 

Como é que sei se tenho Rosácea?

Esta doença na sua fase inicial é caracterizada por rubor e sensação de calor no rosto, quando há consumo de bebidas quentes, álcool ou há exposição a ambientes mais quentes (como sentar ao pé de uma lareira). Posteriormente, o rubor facial pode tornar-se permanente e haver edema da face. Nesta fase são frequentemente visíveis pequenos vasos sanguíneos no rosto. São estas lesões que caracterizam a coup de rouse, nome atribuído à Rosácea na literatura francesa.
Em alguns pacientes, para além das alterações atrás descritas surgem também pápulas e pústulas, que são lesões cutâneas com pús. Nesta última fase a doença é frequentemente confundida com acne ou as alterações são erradamente consideradas por terceiros, como estigmas de alcoolismo.

Conselhos para melhorar as queixas de Rosácea:

• Evitar o consumo de álcool, comidas picantes, cafeína ou bebidas quentes, que podem causar rubor facial.
• Evitar exposição solar, utilizando protectores solares que devem ser factor 30 e “oil free”.
• Não frequentar ambientes quentes como lareiras, sobretudo se houve exposição prévia a ambientes frios
• Não massajar ou “coçar” as lesões.
• Evitar a aplicação de cosméticos que contenham álcool.
• Nunca aplicar produtos com corticóides (“cortisona”) nas lesões

Qual é o tratamento?

A maioria dos pacientes não reconhece a doença nas suas fases iniciais. A classificação correcta da Rosácea é o primeiro passo no tratamento, devendo os pacientes evitar a auto-medicação ou o uso de produtos dispensados sem receita, porque podem agravar as lesões.
É necessária uma consulta médica antes do tratamento para se escolher o mais adequado às lesões e fases da Rosácea de cada paciente.
Os tratamentos disponíveis são múltiplos, dependem da fase da doença e consistem em antibióticos, cremes com efeito anti vaso-dilatador, loções ou águas termais para acalmar o rubor e lasers. Estes últimos são úteis para eliminar os pequenos vasos vermelhos no rosto, característicos da coup de rouse.

Contacte-nos, estamos ao seu dispor.

Escolha a Clínica Em Forma pretendida
Clínica Telheiras    Clínica + Alvalade

Nome

Email

Telefone de contacto

Questão/Comentário